quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

O ALTAR DE INCENSO

Posicione-se diante do altar de incenso. Simbolicamente, ele representa o lugar onde você ora e adora ao Senhor, diariamente. Dentre as peças e objetos que compunham o Tabernáculo construído por Moisés, o altar de incenso era a terceira peça dentro do Lugar Santo. Era feito de madeira de acácia revestida com puro ouro. Tinha uma coroa de ouro no topo, e quatro chifres dourados na parte superior, da mesma maneira que o altar de bronze, que permanecia na entrada do Tabernáculo, também chamada de pátio ou Átrio. O altar de incenso era transportado por meio de varas que eram colocadas nos anéis dourados que ficavam nas suas laterais. Nele, o santo incenso era queimado com pedaços de brasa que o sacerdote removia com um incensário ou vasilha do altar do holocausto. Semelhante aos demais objetos, este altar tipificava Jesus Cristo em todos os seus aspectos. Profeticamente, ele representava Cristo como nosso intercessor, cujas orações em nosso favor, nunca deixam de subir a Deus. Ele vive para interceder por nós. Aleluia! Os quatro chifres falam do ministério de Cristo que se estende aos quatro cantos da terra. Ele sempre orará pelo Seu povo, não importa onde eles estejam. Ele pode interceder em nosso favor por causa da obra que Ele realizou na cruz do Calvário. O seu sacerdócio é perpétuo, por isso “pode também salvar perfeitamente os que por ele se chegam a Deus, porquanto vive sempre para interceder por eles” (Hb 7.25; Is 53.12). Ele conhece nossas falhas e fraquezas, por isso a Sua intercessão é perfeita. Se você observar, perceberá que o altar de incenso permanecia no centro do Tabernáculo, antes do véu. Esta posição fala do lugar que a oração deve ocupar em nossas vidas. Sendo você, o tabernáculo vivo do Senhor, deixe subir um cheiro suave de oração e adoração diante do Altíssimo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário